BRASIL BRASILEIRO – Ingredientes regionais ocupam espaço no Mercado de Pinheiros, em SP

São Paulo acaba de ganhar um espaço especial para ingredientes gastronômicos nunca vistos antes na história desta cidade.
Farinha de piracuí, polpa de taperebá e carne de ovelhas crioulas, por exemplo, estarão à venda em cinco novos boxes do tradicional mercado municipal de Pinheiros, zona oeste da capital da gastronomia, como dizem alguns roteiros especializados.
Os novos boxes inaugurados dia 1º de março fazem parte da revitalização do mercado e do programa de Fortalecimento da Diversidade Gastronômica na Cidade de São Paulo, que tem como objetivo a promoção de ingredientes da cozinha brasileira, valorizando a segurança alimentar e nutricional.
Os boxes são muito bem organizados para facilitar a escolha do consumidor
Os boxes são muito bem organizados para facilitar a escolha do consumidor
Neste projeto participam a prefeitura e o Instituto Atá, liderado pelo chef Alex Atala. Também são parceiros o Instituto Socioambiental, Instituto Auá, Central do Cerrado, Grupo Quintana e Mocotó Café.

As entidades formam um coletivo com o objetivo de desenvolver projetos com comunidades de várias regiões do país para valorizar ingredientes nativos. No mercado, os novos boxes trazem produtos da Amazônia, Mata Atlântica, Pampas, Cerrado e Caatinga.

O objetivo é facilitar o caminho para que os produtos estejam disponíveis com preço justo e respeitando as peculiaridades de cada região.

Os boxes têm identificação para indicar de que região vêm os produtos
Os boxes têm identificação para indicar de que região vêm os produtos

Frutas, castanhas, polpas, óleos, farinhas, especiarias, temperos e artesanato já estão à venda. Outros produtos estão para chegar.

“Queremos que o Mercado Municipal de Pinheiros se torne uma embaixada do ingrediente brasileiro”, diz Atala. A inauguração foi liderada pelo prefeito Fernando Haddad mais o premiado chef.

O espaço da área comum poderá ser utilizado para cursos, demonstrações e degustações, além de pocket shows, teatro, intervenção de artistas plásticos e designers.

“Chegamos para unir forças com os comerciantes que estão lá desde a fundação do espaço e que já são em si uma grande atração para o público gastronômico da região”, explica o chef Rodrigo Oliveira, do Mocotó Café, que já funciona desde janeiro.

A lista abaixo dá para sentir um pouco dos sabores do Brasil que agora estarão ao alcance de quem for ao mercado:

O projeto fala das importâncias de conservação da natureza e do elo com a cozinha
O projeto fala das importâncias de conservação da natureza e do elo com a cozinha

Amazônia – Mata Atlântica (Instituto ATÁ)

  • Tucupi
  • Molho de tucupi preto
  • Maniva precozida
  • Mini-arroz do Vale do Paraíba
  • Farinha piracuí
  • Farinha de milho biju
  • Cachaça de jambu
  • Cumaru
  • Açúcar aromatizado com cumaru
  • Aviú
  • Queijo marajoara
  • Doce de cupuaçu
  • Farinha d’água
  • Feijão manteiguinha
  • Geleia de jambu
  • Geleia de priprioca
  • Polpa de bacuri
  • Polpa de murici
  • Polpa de taperebá

Amazônia (Instituto Socioambiental)

  • Pimenta baniwa
  • Mel dos Índios do Xingu
  • Castanha do Pará
  • Farinha de mesocarpo de babaçu
  • Farinha de mandioca
  • Banana chips
  • Taiada
  • Rapadura
  • Óleo de Pequi
  • Pimenta do Xingu (ainda não disponível)
  • Azeite de castanha (ainda não disponível)
  • Óleo de babaçu (ainda não disponível)
  • Cerâmica Baniwa
  • Cerâmica Yudja
  • Cerâmica Wauja
Mata Atlântica (Instituto Auá)
  • Cachaça curtida com cambuci (alto da Serra do Mar de São Paulo)
  • Xarope de cambuci, excelente expectorante
  • Licores de grumixama, araçá, cambuçá, pitanga e outras frutas nativas produzidos em Parelheiros, São Paulo
  • Paleta de uvaia artesanal (marca Empório Mata Atlântica)
  • Geleias de cambuci, uvaia, juçara e outras frutas nativas de diversos produtores da Serra do Mar Paulista
  • Antepastos, molhos e chutney à base de Cambuci
  • Granola com juçara, exclusiva de São Luiz de Paraitinga
  • Mudas de cambuci, grumixama e araçá
  • Cambuci congelado da Rota do Cambuci
Muita madeira no visual dos novos espaços ocupados por ingredientes bem brasileiros no Mercado Municipal de Pinheiros
Muita madeira no visual dos novos espaços ocupados por ingredientes bem brasileiros no Mercado Municipal de Pinheiros
Cerrado – Caatinga (Central do Cerrado)
  • Óleos de babaçu, pequi e macaúba
  • Farinhas de jatobá, babaçu e buriti
  • Castanhas como a de baru e pequi
  • Geleias, licores, doces e polpas de frutas nativas
  • Artesanatos de Capim Dourado
  • Tecelagens com pigmentos naturais e outros produtos associados ao modo de vida dos agroextrativistas
  • Produtos das Mulheres Quebradeiras de Coco de Babaçu
Alex Atala, chef premiado e um dos líderes do projeto
Alex Atala, chef premiado e um dos líderes do projeto

Pampas (Marcos Livi – Quintana)

  • Mel branco de Cambará do Sul
  • Pimentas de Turuçu
  • Charque de gado de Santana do Livramento
  • Charque de cordeiro feito pelo chef Márcio Avilla, de Pelotas
  • Artesanato em nó de pinho, lascas de araucária, lã de ovelha
  • Carne de ovelhas crioulas do Projeto Monã
  • Sucos de frutas nativas, como butiá
  • Arroz cachinho, de Sentinela do Sul, uma semente quase crioula, esquecida por 100 anos e agora novamente sendo resgatada e gerando uma nova fonte de renda a uma associação de 23 produtores – disponível a partir de maio próximo.

Caatinga (Mocotó)

  • Manteiga de garrafa
  • Pimentas
  • Farinhas
  • Cachaça
  • Rapadura
  • Tapioca
  • Pratos típicos nordestinos
Links:
Mercado Municipal de Pinheiros:
Rua Pedro Cristi, 89, Pinheiros, zona oeste de São Paulo, (11) 3518-9096. Aberto de segunda a sábado das 8h às 18h.
Fotos Heloisa Ballarini, Secretaria de Comunicação da Prefeitura de São Paulo e Instituto Auá.
Anúncios

Um comentário em “BRASIL BRASILEIRO – Ingredientes regionais ocupam espaço no Mercado de Pinheiros, em SP

Diga aí:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s