Como fazer boeuf bourguignon com Julia Child

Depois da coluna do jornalista Ronaldo Victoria sobre o filme “Julie e Julia”, o mouse trabalhou bem para achar a própria chef Julia Child ensinando uma de suas receitas mais famosas _incluída no post COMER COM OS OLHOS – 2 Mulheres, 2 tempos, livro e blog.

Mastering the Art of French Cooking, Volume 1 e 2, The Essential Cooking Classics, em inglês, capa dura, na Amazon brasileira, R$ 390,83, aqui

Um luxo – relaxe e aproveite, o vídeo está no canal Cozinha Brilhante na playlist Recomendados da editora!

E se você quer ler essa receita _e muitas mais_, sua obra máxima, “Mastering the Art of French Cooking”, box com volume 1 e 2, em inglês, capa dura, está à venda na Livraria Cultura, aqui.

Obrigada e até logo!

Anúncios

Fritura correta… aprenda como fazer

Saber fritar é uma arte. O chef Kaká Padula sabe disso. E o melhor é que ele ensina pra gente neste post muito bem escrito, cheio de detalhes.

E cozinhar exige justamente isso: detalhes. Saiba tudo:

RECEITAS E TENDÊNCIAS GASTRONÔMICAS

Fritura correta garante alimentos sequinhos e crocantes; aprenda como fazer

Ver o post original

Bolero: as melhores almôndegas de Madrid

Naquela ronda em bons blogs, achei este post excelente que aborda um bar em Madri, capital da Espanha.

A brasileira Paula Amaro, do blog Bitememad, registrou muito bem esta porção de almôndegas do bar Bolero, em Madri
A brasileira Paula Amaro, do blog Bitememad, ressaltou na foto os detalhes da porção de almôndegas do bar Bolero, em Madri

A delícia é que o bar é especializado em almôndegas.

Assunto complementar ao post que demos aqui em Cozinha Brilhante, sobre a pinça de almôndega, acessório para deixar o “bolinho” bem redondo _morda aqui.

Aproveite a leitura e programe-se para não deixar de incluir este bar em seu roteiro de viagem.

BiteMeMad

Ver o post original 285 mais palavras

COMER COM OS OLHOS – 2 Mulheres, 2 tempos, livro e blog

por Ronaldo Victoria

“Julie e Julia” conta a história de duas mulheres. Fala sobre a jovem chef nova-iorquina Julie Powell (Amy Adams, que tem como ídolo na carreira a famosa Julia Child, interpretada por Meryl Streep).

Julia inovou a culinária norte-americana ao assumir a influência francesa. O objetivo de Julie, a jovem chef, é fazer todos os 524 pratos apresentados por sua quase xará Julia em seu livro, “Dominando a Arte da Culinária Francesa” (“Mastering the Art of French Cooking”).

O filme é o que se pode chamar de receita leve, agradável e que agrada vários paladares. De cinema e de gastronomia.

A diretora Nora Ephron, que ficou famosa por várias comédias românticas (como “Sintonia de Amor” e “Mensagem para Você”), seguiu o mesmo estilo que a consagrou neste filme.

Só que as heroínas, que vivem em épocas diferentes, têm mais problemas na profissão que no amor.

Amy Adams com lagosta em cena engraçada do filme Julie & Julia
Julie, vivida por Amy Adams, começa a preparar uma lagosta em cena engraçada do filme Julie e Julia

Julie namora um cara um tanto indeciso. Mas isso parece ser o de menos.

Julia Child tem um marido companheiro, mas quer ser aceita como grande culinarista e não apenas apresentadora de um programa de televisão, o que levou alguns críticos a apelidarem a personagem de “Ana Maria Braga em dólar”.

Essa ambição leva Julia ao destino natural: Paris. Mas poucos acreditam que o livro que ela quer publicar, com mais de mil páginas, possa fazer sucesso.

Cena memorável na qual Julia corta cebolas durante aula de culinária
Cena memorável na qual Julia corta cebolas durante aula de culinária após praticar em casa

Julie ainda não conseguiu se encontrar, nem como jornalista nem como escritora. Tem um blog sobre gastronomia, mas parece não se dedicar muito.

Até que o desafio chega como uma inspiração: dedicar-se ao talento de Julia. Refazer cada receita e comentar.

E, claro, a musa inspiradora, toma conhecimento da homenagem.

Será que ela gosta? Não conto, melhor que você assista e descubra.

O que resta dizer é que Meryl Streep mais uma vez brilha intensamente, o que não é novidade. Ela tem o desafio de viver uma mulher que era alta até para os padrões masculinos (1,90 metro) e tinha uma voz esganiçada, agudíssima.

Em sua cozinha decorada à caráter, a personagem Julia Child sente o aroma do que prepara
Em sua cozinha decorada à caráter, a personagem Julia Child sente o aroma do que prepara

Como interpretar essa mulher sem cair na caricatura?

Meryl, ganhora de vários Oscars de melhor atriz, tira de letra.

Assim como o filme nunca exagera no açúcar da receita.

“Julie e Julia” apresenta várias receitas de Julia, quase todas difíceis. Escolhi a carne à bourguignone (final do post, extraído so site MdeMulher):

  • Filme 🍳🍳🍳🍳
  • Pratos 🍳🍳🍳🍳
  • Facilidade em fazer os pratos 🍳🍳🍳

“Julie e Julia”
Título original: Julie & Julia
Estados Unidos, 2009
Direção: Nora Ephron
Roteiro: Nora Ephron, com base no livro de Jane Powell
Elenco: Meryl Streep, Amy Adams, Stanley Tucci, Jane Lynch, Chris Messina
Duração: 123 minutos. Gênero: comédia dramática.

O blu-ray “Jules e Julia” está disponível na Livraria Saraiva por R$ 14,90, aqui.

Receita de carne à Bourguignonne

Blu-ray de Jule & Julia, na Saraiva, aqui
Blu-ray de Jule & Julia, na Saraiva, aqui
Ingredientes:

  • 2 kg de músculo bovino cortado em cubos
  • 2 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • 150 gramas de bacon picado
  • 4 dentes de alho picados
  • 1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 2 xícaras (chá) de vinho tinto
  • 3 folhas de louro
  • 2 ramos de salsa (ou salsinha)
Mastering the Art of French Cooking, Volume 1 e 2, The Essential Cooking Classics, em inglês, capa dura, na Amazon brasileira, R$ 390,83, aqui
Mastering the Art of French Cooking, Volume 1 e 2, The Essential Cooking Classics, em inglês, capa dura, na Amazon brasileira, R$ 390,83, aqui
  • 1 ramo de tomilho
  • 1 xícara (chá) de molho de tomate
  • 4 cenoura cortadas em cubinhos
  • 500 gramas de cebolinha-verde brancas pequenas
  • 2 xícaras (chá) de cogumelo variado | variados cortados
  • sal a gosto
  • pimenta-do-reino a gosto

Preparo:

  1. Aqueça o azeite na panela de pressão e doure o bacon.
  2. Junte o alho e refogue.
  3. Passe os cubos de carne na farinha e coloque-os na panela.
  4. Deixe dourar de todos os lados.
  5. Adicione o vinho, o sal e a pimenta, e mexa.
  6. Julie prepara prato para depois descrever tudo em seu blog
    Julie prepara um prato por dia para depois descrever tudo em seu blog

    Amarre com um barbante o louro, a salsinha e o tomilho.

  7. Coloque na panela, tampe e cozinhe por 25 minutos.
  8. Desligue o fogo e espere acabar a pressão.
  9. Abra a panela e junte o molho de tomate e a cenoura.
  10. Se necessário, adicione um pouco de água quente.
  11. Devolva a panela ao fogo e cozinhe por mais 15 minutos.
  12. Retire do fogo novamente e, quando acabar a pressão, abra a panela.
  13. Acrescente os cogumelos e as cebolinhas e cozinhe por mais 10 minutos, com a panela destampada.
  14. Retire as ervas amarradas e sirva quente com arroz e batatas.

COMER COM OS OLHOS – Cozinhar para transformar e amar

➡ Ronaldo Victoria é jornalista e fundador e editor do blog Cinema e Vida, onde comenta produções desde os pioneiros do cinema, os Irmãos Lumière, até lançamentos recentes.

» Cozinha Brilhante não se responsabiliza por alterações de preços e links inexistentes ou alterados. Imagens da página do filme no Facebook da Sony. Preço colhido em 20 de abril de 2016.

 

Pinça de almôndega pra descer redondo

Se uma coisa que faz a gente coçar a mão para gastar, é novidade. Então, prepare-se, porque a Doural lançou a pinça para almôndega.

Isso mesmo, acessório novíssimo em folha pra quem curte um utensílio bonito e que dê uma mão na cozinha _além das quem está mexendo panela, claro.

A massa com almôndegas que Juan Calderón preparou para jantar, janeiro de 2009
A massa com almôndegas que Juan Calderón preparou para jantar, janeiro de 2009

Mas… É para pegar ou fazer almôndegas? Para dar o formato arredondado da almôndega.

Detalhe da pinça para almôndega

E serve para pegar a almôndega já pronta para ir para o prato?

Vai saber. Mas por ser pinça, é bom possível que sim. Mas, e o molho? Haha, verdade seja dita, melhor usar uma boa colher grande.

Almôndegas de carne cobertas com arroz e feitas no vapor por Xurxo Martínez, março de 2013
Almôndegas de carne cobertas com arroz e feitas no vapor por Xurxo Martínez, março de 2013

Quiçá uma concha?

Almôndegas sobre purê de abacaxi do chef Anselmo Ramirez em foto de Kurman Communications, Inc., abril de 2016
Almôndegas sobre purê de abacaxi do chef Anselmo Ramirez em foto de Kurman Communications, Inc., abril de 2016

Feita em aço inox, é da Ibili, marca espanhola de cookware presente em vários países. Está disponível em dois tamanhos: 34 e 44 milímetros de diâmetro e custam, respectivamente, R$ 37,90 e R$ 45,90.

Onde comprar a pinça para almôndegas Ibili:

34 mm, aqui; 44 milímetros, aqui.

Doural

» Cozinha Brilhante não se
responsabiliza por alterações
de preços e ausência de
produtos em canais de vendas,
assim como por links
inexistentes ou inválidos.
Preços pesquisados em 18 de
abril de 2016 não incluem
frete. Fotos do site da Doural
e com Licença Creative Commons.

DELÍCIA – Manu à mesa: muffins de cacau

Um bolinho, um muffin… De manhã, à tarde. Quem nunca? No rolê que faço em bons blogs, esta receita de muffin da Manu do blog Ao redor do sol com cacau deu aquela vontade de… comer. E fazer!

Então, forminha na mão e mão na massa!

Muffuns de cacau da Manu do blog Ao redor do sol
Muffins de cacau da Manu do blog Ao redor do sol

Ah, a Manu tem bom gosto, porque o contraste da cor do cacau com o pink das forminhas… uau!

ao redor do sol

muffins de cacau fofinhos (rende 9 muffins)

  • 3 ovos caipiras
  • 6 colheres de sopa de farelo de quinoa (ou de amaranto)
  • 6 colheres de sopa de leite de coco (ou qualquer leite vegetal ou leite de vaca, ué)
  • 3 colheres de sopa de cacau em pó
  • 3 colheres de sopa de açúcar de coco (ou o açúcar/adoçante que você preferir)
  • 3 colheres de chá de fermento em pó
  • 3 colheres de gordura de palma (mas pode ser óleo de coco ou manteiga)
  • extrato de baunilha caseiro

mistura tudo bem misturadinho e leva ao forno para assar.

para a cobertura:

  • 40g de chocolate 70% cacau, sem leite (eu uso o Gula Merah, com açúcar de coco, da Amma Chocolates)
  • 3 colheres de sopa de leite de coco caseiro (deixa o leite de coco por umas horinhas na geladeira – a gordura mais cremosa do leite vai ficar por cima, como um…

Ver o post original 39 mais palavras

Designer privilegia madeira eco-friendly em tábuas de corte artesanais

As tábuas de corte estão ficando cada vez mais sofisticadas. E artesanais.

Durante uma visita no Rio de Janeiro a um bazar de produtos eco-friendly, conheci a Taubá.

Recortes de uma amendoeira caída no campus da PUC, que fica na Gávea, no Rio de Janeiro

A nova marca trabalha com retalhos de madeira de reflorestamento ou muitas vezes troncos de árvores caídas naturalmente.

Conta Theo Guarnieri, dono da Taubá, designer e artesão, junto com sua sócia Marcela Bellei, que algumas delas expostas no bazar vieram de uma amendoeira caída no campus da PUC – Pontifícia Universidade Católica situada no bairro da Gávea, zona sul da capital.

Tábuas artesanais da Taubá exploram ao máximo o potencial do tronco como peça única - R$ 120 e R$ 240
Tábuas artesanais da Taubá exploram ao máximo o potencial do tronco como peça única – R$ 120 e R$ 240

O resultado é bonito e diferente de muitas tábuas artesanais que já vi.

As tábuas podem vir de sucupiras brancas, eucaliptos de reflorestamento, roxinhos, jatobás, garaperas e perobas mica, entre tantas árvores que ele utiliza em suas coleções.

O artesão e dono da Taubá, Theo Guarnieri, e uma de suas tábuas com alças de aço inox
O artesão e dono da Taubá, Theo Guarnieri, e uma de suas tábuas com alças de aço inox

As peças podem ter acabamento com formatos redondos ou quadrados ou aproveitando o máximo da peça única, com direito a cabo esculpido na própria peça _que nunca vai ser certinho como as industriais.

Em outra linha, ele trabalha com peças retangulares com alças em aço inox para facilitar o transporte.

Garanto que todo churrasqueiro  vai querer uma para levar para a mesa as peças que trabalhou carinhosamente na grelha.

Muitas vezes ele prefere apenas cortar o tronco e deixar em seu formato natural, mas dando acabamento para que não fique extremamente rústico.

Suas peças são tão bem desenhadas que podem ser utilizadas apenas para receber pães, queijos ou outros quitutes que vão bem sobre a madeira.

Formatos certinhos ou respeitando o tronco da árvore talhada - R$ 180 e R$ 140
Formatos certinhos ou respeitando o tronco da árvore talhada – R$ 180 e R$ 140

A madeira usada na Taubá pode receber óleo sem aditivos químicos. Produto necessário para que fique preparada para sua finalidade.

Detalhes das alças em aço inox da Taubá
Detalhes das alças em aço inox da Taubá

E não atrapalhe o sabor do alimento que será trabalhado em sua peça.

Os preços cobrados pela Taubá variam de acordo com a madeira, tamanho e tipo de trabalho, assim como acessório como alças.

Material de trabalho de Theo Guarnieri
Material de trabalho de Theo Guarnieri

Theo colocou a Taubá no Instagram, canal que utiliza para receber encomendas. Corre, porque muitas peças são únicas e as coleções são do tamanho da madeira adquirida.

Onde comprar Taubá: aqui.

Taubá no Face, aqui.

» Cozinha Brilhante não se
responsabiliza por alterações
de preços e ausência de
produtos em canais de vendas,
assim como por links
inexistentes ou inválidos.
Preços pesquisados em 10 de
abril de 2016 não incluem
frete. Fotos do blog e do
acervo de Theo Guarnieri.

VÍDEO RECEITA – Barista ensina como preparar café turco

O Dia Internacional do Café tá aí, 14 de abril. Vamos comemorar com um café turco?

A bebida que vai para a xícara com pouco do pó do café torrado e moído é muito comum em países do Oriente e bastante apreciada em cafeterias gourmets na Europa.

Preparar em casa não vai ser difícil. A barista Cecília Sanada dá as dicas e ensina os truques:

Da marca Ceraflame, o ibrik modelo colonial pode ser comprado no tamanho 350 ml diretamente no Ponto Frio, aqui, e nas Casas Bahia, aqui. Vale ressaltar que na cor verde o preço é R$ 92,90; chocolate, R$ 46,99 e preto, R$ 78,90 em ambas os sites.

Pausa na fotografia para um café, por Murat Palta, junho de 2011
Pausa na fotografia para um café, por Murat Palta, junho de 2011
Nesta cor, o ibrik de 350 ml custa R$ 46,99 no Ponto Frio, aqui

Esses itens podem ser comprados no site e retirados em loja, no famoso e bem vindo sistema “click and collect”, o que evita o pagamento de frete e tem horário de retirada mais conveniente (não é necessário esperar o delivery).

O ibrik é de cerâmica, resiste a choques térmicos, atóxico, mantém o calor por mais tempo, não risca e pode ser levado ao fogão a gás e elétrico, ao forno tradicional e micro-ondas, geladeira e ainda lava-louças.

+ Café impecável com sofisticado moedor de grãos Tramontina

Hora do cafezinho com KitchenAid

Branco, preto e prata no café turco fotografado por Ali Sabbagh em outubro de 2015
» Cozinha Brilhante não se responsabiliza por
alterações de preços e ausência de produtos nas
lojas e sites, assim como por links inexistentes
ou inválidos, tampouco por informações que nos
chegaram com incorreções. Preços pesquisados em 11 de
abril de 2016. Fotos com licença Creative Commons.

Gripe? Canja de galinha (caipira, claro)

Existem comidas milagrosas, sim, e a canja de galinha é uma delas. A melhor que tomei na vida foi em Minas, num hotel de Cambuquira, muitos anos atrás. Cheguei lá com dor de cabeça, o rosto congest…

Fonte: Gripe? Canja de galinha (caipira, claro)

COMER COM OS OLHOS – Cozinhar para transformar e amar

Ronaldo Victoria

“Como Água para Chocolate” conta a história de Tita, a mais nova de três irmãs, que nasceu na cozinha do rancho de sua família quando sua mãe está cortando cebolas.

Seu pai morre logo em seguida de um ataque cardíaco fulminante ao desconfiar da paternidade da criança.

A partir daí a vida de Tita se divide entre o amor pela cozinha e a dedicação forçada à mãe.

O amor pela culinária define a vida de uma pessoa?

No caso de Tita (Lumi Cavazos), com certeza. A protagonista deste belo filme mostra que ficar entre panelas e temperos, mais que um refúgio, é uma forma de se comunicar com o mundo.

Os personagens Tita de la Garza e Pedro Muzquiz em cena de amor

E com o amor, principalmente.

Tudo porque ela é impedida de se casar com seu grande amor, Pedro (Marco Leonardi, o menino de “Cinema Paradiso”), por conta de uma antiga tradição mexicana que reza: a filha caçula não pode se casar enquanto a mãe estiver viva.

Também apaixonado, Pedro aceita se casar com a irmã mais velha, que é tão ranzinza quanto a mãe. Apenas para poder ficar perto da amada.

Tita chora, e até usa as lágrimas para temperar os pratos que faz para seu amor.

Delicadeza no filme de Alfonso Arau
Delicadeza no filme de Alfonso Arau

Ela tem uma ligação tão forte com a cozinha, aprendida desde menina com a empregada Nacha, que nem reclama de chorar ao cortar cebolas. “Só fica difícil não poder parar”, diz.

A trama mostra em vários momentos os pratos especiais que a moça prepara como um pimentão recheado com romã ou uma codorna com rosas.

Prato servido no filme Como Água para Chocolate
Prato servido no filme Como Água para Chocolate

Todos têm um toque afrodisíaco, para despertar a paixão em um ambiente em que a repressão é quem comanda a receita. Neste sentido, “Como Água para Chocolate” é como uma versão latino-americana de “A Festa de Babette”, filme que abriu esta coluna.

Nos dois casos, há uma mulher que usa seu talento culinário para transformar um lugar ou uma situação. Ambos belíssimos.

Outro ponto em comum: os dois são baseados em livros de mulheres. “Como Água para Chocolate” é baseado  na obra de Laura Esquivel, enquanto “Babette” foi inspirado num livro de Karen Blixen.

  • Filme 🍳🍳🍳🍳
  • Pratos 🍳🍳🍳🍳🍳
  • Facilidade em fazer os pratos 🍳🍳🍳
DVD à venda na 2001 Video, R$ 39,90, aqui
DVD na 2001 Video, R$ 39,90

“Como Água para Chocolate”
Título original: Como Agua para Chocolate
México, 1992
Direção e roteiro: Alfonso Arau
Elenco: Lumi Cavazos, Marco Leonardi, Regina Torné, Mario Iván Martínez, Claudette Maillé
Duração: 123 minutos. Gênero: romance.

O DVD “Como Água para Chocolate” está esgotado na maioria dos sites mas está disponível na 2001 Video por R$ 39,90, aqui.

Receita de Codorna ao molho de rosas

Codorna ao molho de rosas, prato que faz parte do enredo

Ingredientes

  • 6 codornas limpas e evisceradas (de preferência que sejam depenadas a seco)
  • 12 rosas vermelhas
  • 12 castanhas portuguesas
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 2 colheres de sopa de fécula de milho
  • 2 gotas de essência de rosas
  • 2 colheres de sopa de anis estrelado
  • 2 colheres de sopa de mel
  • 2 dentes de alho bem picados
  • 3 copos de água
  • 1 flor de cacto (opcional) – pode ser a “flor de maio” (Schlumbergera truncata) sem os estames, use apenas as pétalas.
  • Sal
  • Pimenta do reino moída na hora.

COMER COM OS OLHOS – Cozinha Brilhante estreia coluna sobre filmes

Preparo

1. Tempere as codornas com o sal e pimenta à gosto, e amarre-lhes as pernas.
2. Frite as codornas temperadas com metade da manteiga até dourarem levemente.
3. Em um pilão, moa as pétalas de rosas e o anis estrelado.
4. Cozinhe as castanhas em água e sal e faça um purê.
5. Em uma panela sob fogo brando, doure o alho no restante da manteiga, acrescente o purê de castanhas, o mel, as pétalas de rosas moídas com anis, a flor de cacto, a água, sal e pimenta à gosto. Mexa até ficar homogêneo.
6. Junte na panela do molho as codornas e coloque a essência de rosas, cozinhando por 10 minutos sempre em fogo baixo.
7. Retire as codornas e deixe-as em local aquecido.
8. Passe o restante do molho por uma peneira, acrescente a fécula de milho para engrossar um pouco mais o caldo e desligue o fogo.
9. Em um prato, sirva as codornas regadas com o molho, e enfeitadas com pétalas de rosas.

➡ Ronaldo Victoria é jornalista e fundador e editor do blog Cinema e Vida, onde comenta produções desde os pioneiros do cinema, os Irmãos Lumière, até lançamentos recentes.

» Cozinha Brilhante não se responsabiliza por alterações de preços e links inexistentes ou alterados. Imagens da Miramax. Preço colhido em 6 de abril de 2016.