COMER COM OS OLHOS – Valorização da amizade e amor femininos

por Ronaldo Victoria

O título do filme é de um prato que parece esquisito ao paladar brasileiro: “Tomates Verdes Fritos”. Mas chamou atenção demais em 1992, quando fez o maior sucesso nos cinemas brasileiros, em que pese a estranheza do nome (e ainda bem que a distribuidora brasileira não inventou algum título mais básico). Em Portugal, por exemplo, foi exibido como “Mulheres do Sul”

Foto da página oficial do filme no Facebook
Foto da página oficial do filme no Facebook

O filme merece ser incluído entre os que celebram a gastronomia, embora aqui a cozinha não seja o ponto principal.

O roteiro, baseado num romance de sucesso de Fannie Flagg, celebra a amizade feminina.

E também o amor entre mulheres, ainda que de forma bem discreta.

Veja o trailer (sem legendas em português):

Os tomates verdes fritos são uma das principais receitas do Wistle Stop Café, um restaurante de beira de estrada mantido por Ruth (Mary-Louise Parker) e Idgie (Mary Stuart Masterson).

As personagens Ruth e Idgie em cena do filme
As personagens Ruth e Idgie em cena do filme

A primeira foge do marido violento e encontra apoio na amiga, que a defende de tudo. Além dos tomates, na verdade um prato dos mais típicos da culinária sulista norte-americana, elas servem churrasco.

Mas existe uma dúvida sobre a procedência das carnes… Será que tem a ver com o marido valentão que sumiu do mapa?

Cartaz do filme Tomates Verdes FritosA trama se desenvolve em dois tempos. No atual, o destaque é Evelyn (Kathy Bates), dona de casa infeliz que só coleciona fracassos ao tentar chamar a atenção do marido tonto.

Ao fazer uma visita no asilo, ela conhece Ninny (Jessica Tandy), velhinha cheia de disposição que lhe mostra o outro lado da vida. Ela relembra a trajetória de Ruth e Ninny e revela o grito de guerra das amigas: “Towanda”!

Grito que Evelyn reproduz, numa cena bem engraçada, ao ter a vaga de estacionamento no shopping roubada por duas peruas mal educadas.

Mary Stuart Masterson and Stan Shaw in Tomates Verdes Fritos (1991)
Mary Stuart Masterson e Stan Shaw em Tomates Verdes Fritos (1991)

A receita de “Tomates Verdes Fritos” é simples e de bom resultado: um canto à amizade feminina e à valorização da mulher. Sem contra-indicações.

  • Filme 🍳🍳🍳🍳 (atenção, não é “filme de mulherzinha” coisa nenhuma, é filme de mulher forte!)
  • Pratos 🍳🍳  (a gastronomia aparece mais como pano de fundo)
  • Dificuldade em fazer os pratos 🍳 (este até eu sei fazer!)

“Tomates Verdes Fritos”

DVD novo de Tomates Verdes Fritos no Mercado Livre
DVD novo do filme  no Mercado Livre

Título original: “Fried Green Tomates at the Wistle Stop Café”

Estados Unidos, 1991; Colorido

Direção: Jon Avnet

Roteiro: Carol Sobieski, com base em livro de Fannie Flagg

DVD na Amazon norte-americana, o DVD sai por U$ 8
DVD, U$ 8, aqui, e outros formatos na Amazon.com

Elenco: Kathy Bates, Jessica Tandy, Mary Stuart Masterson, Mary-Louise Parker, Chris O’Donnell

Duração: 105 minutos. Gênero: drama

O DVD está disponível para venda apenas no Mercado Livre por R$ 20 ou R$ 29,89 em dois vendedores classificados como “Melhores”, aqui.

COMER COM OS OLHOS – Cozinhar para transformar e amar

Próximo post: a receita que dá nome ao filme.

Até logo!

➡ Ronaldo Victoria é jornalista e fundador e editor do blog Cinema e Vida, onde comenta produções desde os pioneiros do cinema, os Irmãos Lumière, até lançamentos recentes.

» Cozinha Brilhante não se responsabiliza por alterações de preços e links inexistentes ou alterado.
Anúncios

Diga aí:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s