RECEITA DE CHEF – Cuscuz de galinha ao sabor de Fábio Vieira

O Dia Internacional do Chef continua com Fábio Vieira, do restaurante Micaela, situado no Jardim Paulista, zona sul de São Paulo.

Apaixonado por ingredientes e técnicas da cozinha brasileira, Fábio traz sua versão do cuscuz de galinha para Cozinha Brilhante.

O prato pode ser feito rapidamente, cerca de 15 a 20 minutos, e tem grau de dificuldade médio.

Receita de cuscuz de galinha (2 porções):

Ingredientes:

  • 1 xícara de galinha cozida e desfiada
  • 2 colheres de sopa de escalivada (pimentões tostados direto no fogo, um de cada cor e depois picados)
  • 1 tomate picado brunoise

    Chef Fábio Vieira, do restaurante Micaela
    Chef Fábio Vieira, do restaurante Micaela
  • ¼ de cebola roxa picada brunoise
  • Ciboulete a gosto
  • 2 copos de caldo de legumes
  • 1 colher (sopa) de azeitonas azapa picadas (azapa é um tipo de azeitona preta)
  • 1 dente de alho
  • Farinha de milho amarela (quanto baste para que fique cremoso, aproximadamente 1 xícara rasa)
  • 1 dose de cachaça
  • Azeite para refogar
  • ½ colher de sobremesa de colorau

Modo de preparo:

  1. Leve a uma panela o azeite, refogue o alho, em seguida a cebola e o colorau incorporando-o bem para que não suba quando colocar o caldo.
  2. Em seguida coloque os tomates, a escalivada e a galinha desfiada.
  3. Flambe com a cachaça e coloque as azeitonas. Coloque o caldo de legumes e deixe ferver por alguns minutos.
  4. Abaixe o fogo e vá acrescentando a farinha aos poucos, pois ao cozinhar obteremos um cuscuz cremoso e não firme.
  5. No Micaela, Fábio coloca um ovo perfeito em cima _foram cozidos em termocirculador a 63ºC por aproximadamente duas horas. Em casa, quem não tem o equipamento, pode usar ovos cozidos _ou como preferir.

Belisque:

COMER COM OS OLHOS – Receita de frango ao molho de chocolate

10 passos para se alimentar de maneira saudável

Para quem não conhece, antes de abrir e comandar o Micaela, Fábio Vieira trabalhou no Restaurante Hofmann de Barcelona – uma estrela no guia Michelin; chefiou a cozinha do Casa Maria Madalena, onde também desenvolveu o conceito dos pratos _o que o levou a ganhar destaque e boas avaliações nos principais veículos da imprensa nacional.

Tem passagem por outros importantes restaurantes de São Paulo como o D.O.M e Tordesilhas. Em 2014, Fábio foi eleito chef revelação pela edição especial Comer & Beber da Veja São Paulo.

Restaurante Micaela - rua José Maria Lisboa, 228 – (11) 3473-6849.
Horários de Funcionamento: De segunda à sexta: almoço 12h às 15h30
e também das 19h às 23h. Sábado: almoço 12h às 16h30 e também das
19h às 23h. Domingo: fechado.
Anúncios

DIA DO CHEF – Uma aula de Pici Aglione com Jeff Morais

Dia Internacional do Chef hoje! Nada melhor comemorar com a mão maravilhosa de Jeff Morais, que foi chef da CT Trattorie, badalado restaurante que ficava na Lagoa, Rio de Janeiro.

Jeff cozinhou exclusivamente para o blog parceiro vale mais um prato típico da Itália que ele faz para sua família:  o Pici Aglione.  No bom português, espaguete com camarões _e gigantes_  com molho de tomates.

Prato de Jeff Moraes: Espaguete com molho de tomate e camarões, ou Pici Aglioni
Prato de Jeff Morais: Espaguete com molho de tomate e camarões, ou Pici Aglione

A surpresa é que Jeff ensina tudinho tudinho, inclusive a fazer (isso mesmo) o espaguete _para o nosso fogão.

Ingredientes do espaguete de Jeff Morais
Ingredientes do espaguete de Jeff Morais

Jeff Morais estava morando na Itália quando o acaso o colocou de frente com o chef Claude Troisgros, um dos mais conhecidos e requisitados chefs do país. Dono da CT Trattorie e de outros restaurante estrelados do Rio, Troisgros convidou Jeff a voltar ao Brasil e tocar a tratoria, que tem cardápio italiano, claro.

E lá está ele, no comando de uma brigada de dezenas de pessoas que o ajudam no forno e no fogão.

Massa depois do descanso, pronta para virar espaguete
Massa depois do descanso, pronta para virar espaguete

Simpático, Jeff preparou um prato que é sucesso na Toscana _região que ele conhece bem, pois morou em Siena (UAU!). Esta receita é para duas pessoas.

Vamos lá ao espaguete grosso feito a mão, com molho de tomates, alho, sálvia e camarões, que na Itália é chamado de Pici Aglione.

Ingredientes:

Massa (4 porções):DSC_3817

Farinha de trigo – 125 gramas

Farinha de sêmola – 125 gramas

Água  – 125 ml

3 camarões gigantes

1 colher de sopa de salsa

4 colheres de sopa de azeite Extra Virgem

2 alhos laminados

Molho (2 porções)

Tomate pelati (sem casca) -125 gramas

Alho – 50 gramas

Azeite de Oliva – 125 ml

Sálvia – 1/4 de um maço

Parmesão – 30 gramas

Como preparar:

1 – Começando pela massa: misturar as farinhas com água aos poucos, fazendo um círculo e mexendo a massa no meio do círculo. Note que quando parar de grudar nas mãos, é o ponto de parar.

2 – Deixe descansar por 30 minutos em um canto quieto.

Enquanto isso… prepare o molho:

Misture tudo para juntar com o tomate
Misture tudo para juntar com o tomate

3 – Bata o alho cru com azeite e folhas de sálvia.

4 – Leve para o fogo e misture o tomate pelati.

5 – Se achar que precisa, corte a acidez do tomate com açúcar (só um poquinho). Use sal e pimenta a gosto (cuidado para não exagerar).

Mixer em ação no molho do espaguete
Mixer em ação no molho do espaguete

6 – Coloque tudo no mixer, porque vai ficar bem cremoso.

E agora que você já deu conta do molho, super fácil, voltemos ao espaguete:

7 – Corte a massa em partes pequenas e coloque sobre a mesa ou bancada onde você está trabalhando. Faça os rolinhos de espaguete, que em italiano são os pici (espaguete grosso).

Sal sem exagero para cozinhar a massa
Sal sem exagero para cozinhar a massa

8 – Cozinhe em água com sal. Fique de olho, não pode tirar ele ainda antes ou depois do ponto. A melhor hora de se tirar o espaguete é depois de experimentá-lo. Mas isso nem precisamos detalher, né?

Enquanto o espaguete está cozinhando, é o momento de preparar o camarão:

9 – Corte o alho em lâminas e “puxe” na frigideira com o azeite extra virgem e salsa com o camarão previamente limpo e cortado ao meio.

Coloque os camarões sobre o alho laminado
Coloque os camarões sobre o alho laminado e o cheiro verde
Coloque o molho na frigideira, sobre a massa e os camarões. Hum!
Coloque o molho na frigideira, sobre a massa e os camarões. Hum!

Não demora muito e você passa essa maravilha que vem do mar para o molho de tomate que acabou de fazer. Junte na frigideira mesmo!

Adicione a massa… Opa, prato pronto na panela!

O próximo e último passo é a…

Montagem do prato:

Coloque a massa delicadamente no centro do prato, de preferência fundo. Salteie com um pouco da água do cozimento e regue com azeite. Ah, não esquece de ralar o parmesão!

Bom apetite!

Post originalmente publicado no blog parceiro vale mais e adaptado para Cozinha Brilhante.

COMER COM OS OLHOS, RECEITA – Aprenda a fazer o famoso sanduíche cubano

por Ronaldo Victoria

Recentemente abordei aqui no blog Cozinha Brilhate a trajetória de um chef que deixa o restaurante para exercer seu talento nas ruas em um food truck.

Hoje trago aqui, pinçada do site Miolos Fritos, a receita de um sanduíche cubano, que é uma peça importante da história do filme.

Carne sendo preparada
Carne sendo preparada

E as fotos são resultado de um sanduíche cubano feito pelas mão do próprio Jon Favreau, diretor do filme, publicada s no Instagram dele com a receita em inglês (link no final do post).

Carne fatiada para o sanduíche
Carne fatiada para o sanduíche

Belisque: COMER COM OS OLHOS -A arte do recomeço na rua

Vamos lá…

Ingredientes:

Marinada

  • Raspas e suco de 1 laranja
  • Suco de 2 limões
  • 
2 dentes de alho picados
  • 1 punhado de coentro
  • 1 punhado de hortelã
  • 
1 pitada de cominho
  • 1 pitada de sal
  • Pimenta do reino (a gosto)
  • 1 talagada de azeite
Indo para o grill, hum!
Indo para o grill, hum!

Lanche

  • 1 baguete grande
  • Lombo de porco fatiado
  • Fatias de presunto
  • Manteiga
  • Queijo gruyère
  • Mostarda amarela
  • Picles

Modo de preparo

Marinada:

  1. Em uma tigela misture todos os ingredientes da marinada.
  2. Adicione o lombo fatiado e deixe na geladeira por no mínimo 30 minutos.
  3. Retire os bifes da marinada e leve a chapa quente para dourar dos dois lados.
  4. Se quiser, fatie a carne em tirinhas.
  5. Na mesma chapa quente leve as fatias de presunto e grelhe rapidamente dos dois lados.
Já são dois agora
Já são dois agora
14718202_1717998711857108_410638344247050240_n
Nova leva de carne tostando para os famosos sanduíches cubanos mostrados no filme “Chef”, de Jon Favreau

Montagem:

  1. Corte a baguete retirando as pontas, passe manteiga e leve na chapa para dar uma leve dourada.
  2. Passe mostarda na parte de dentro dos pães que foram douradas.
  3. Coloque as carnes, o queijo suíço, pepino fatiado, fatias de presunto e se quiser, mais mostarda!
  4. Coloque a parte de cima do pão.
  5. Besunte de manteiga dos dois lados e leve o lanche para a chapa e prense bem.
  6. Quando o pão estiver dourado e o queijo derretido, o seu cubano estará pronto!
Carne fatiada à espera da montagem de novos sanduíches cubanos
Carne fatiada à espera da montagem de novos sanduíches cubanos

Fontes: blog Miolos Fritos e Jon Favreau

➡ Ronaldo Victoria é jornalista, fundador e editor do blog Cinema É Vida, onde comenta produções desde os pioneiros do cinema, os Irmãos Lumière, até lançamentos recentes.

*Fotos de Jon Favreau.

COMER COM OS OLHOS – A refeição vista como celebração

por Ronaldo Victoria

“Comer Rezar Amar”, livro de Elizabeth Gilbert, foi um enorme sucesso em todo o mundo. Era de se esperar que a versão cinematográfica fizesse o mesmo caminho, ainda mais com Julia Roberts no papel principal.

Não deu outra e o êxito se repetiu.

COMER COM OS OLHOS – Tradição, renovação e choque na cozinha

O enredo é autobiográfico e conta como Liz parece ter chegado ao fundo do poço quando rompe um casamento fracassado e, pior, o marido malandro fica com quase todas as suas economias.

Julia Roberts como Elizabeth Gilbert no filme que mostra refeições simples na Itália, parte da história autobiográfica contada no filme "Comer Rezar Amar"
Julia Roberts como Elizabeth Gilbert no filme que mostra refeições simples na Itália, parte da história autobiográfica contada no filme “Comer Rezar Amar”

Decidida a não ficar posando de vítima e a romper suas zonas de conforto, ela decide tirar um ano sabático. Vai viajar para conhecer culturas diferentes.

Quer experimentar os sabores da Itália, os saberes da Índia e as sensações da Indonésia.

Vamos ficar com o primeiro terço do roteiro, em que a escritora descobre a cozinha italiana. Esta é a parte mais movimentada do filme.

Liz, escritora que é personagem principal de "Comer Rezar Amar"
Liz, escritora que é personagem principal de “Comer Rezar Amar”

É onde também aparece como um roteiro turístico de Roma, com lugares como a Piazza Navona (em que Julia Roberts aparece saboreando um gelato, tradicional sorvete italiano), no Mausoleo di Augusto e no restaurante Santa Lucia, em que aparece almoçando ao lado de uma turma ruidosa.

COMER COM OS OLHOS – Valorização da amizade e amor femininos

Do que o texto fala neste momento italiano? De ver a refeição como uma celebração.

E para isso o cardápio não precisa ser inventivo. Basta um básico espaguete ao sugo ao lado de bons amigos para que tudo ganhe significado.

Um filme para se comer com os olhos
Um filme para se comer com os olhos

O filme depois mostra a personagem principal meditando num ashram indiano e conhecendo o amor em Bali com um brasileiro. Essa história real ganhou novos contornos recentemente quando Elizabeth Gilbert se separou do marido e assumiu a paixão pela melhor amiga, Rayya Elias.

  • Filme 🍳🍳🍳
  • Pratos 🍳🍳
  • Dificuldade em fazer os pratos 🍳🍳
Blu-ray de "Comer Rezar Amar, R$ 29,90 na Saraiva, aqui
Blu-ray de “Comer Rezar Amar, R$ 29,90 na Saraiva, aqui

“Comer, Rezar, Amar”

Título original: “Eat Pray Love”

Estados Unidos, 2010

Direção: Ryan Murphy – Roteiro: Elizabeth Gilbert

Elenco: Julia Roberts, Javier Bardem, James Franco, Richard Jenkins, Billy Crudup

Duração: 140 minutos – Gênero: romance

➡ Ronaldo Victoria é jornalista, fundador e editor do blog Cinema É Vida, onde comenta produções desde os pioneiros do cinema, os Irmãos Lumière, até lançamentos recentes.

*Fotos da página oficial do filme no Facebook. Preço de 13 de outubro
de 2016.

Café com a mão do artista e intelectual Gillo Dorfles

Quem não conhece o italianíssimo café espresso illy? Delícia imperdível, ganha agora uma nova lata para a Tostadura Média com a assinatura do artista, crítico, intelectual, sociólogo das artes e esteticista italiano Gillo Dorfles.

Lata da illy art collection assinada por Gillo Dorfles
Lata da illy art collection assinada por Gillo Dorfles

Personagem eclética do mundo da arte e da cultura ao longo das últimas décadas, Dorfles inspirou-se em uma série de desenhos decorativos que vêm da têmpera, técnica de emulsão de óleo de ovo, uma abordagem antiga adotada por grandes mestres do século 15.

O artista revisitou estes projetos, experimentando com a repetição de uma série de elementos gráficos e uma reinterpretação dos sinais arquetípicos.

As formas e as cores do universo imaginativo continuam sendo a marca da poética de Dorfles: transforme a pausa para o café em uma experiência estética totalmente aperfeiçoada.

Verso da lata assinada por Gillo Dorfles para a illycaffè
Verso da lata assinada por Gillo Dorfles para a illycaffè

As novas latas decoradas de 250g fazem parte da illy Art Collection e estão disponíveis, em edição limitada, por R$ 39 no showroom da illycaffè em São Paulo. Quem curte vai querer, inda mais que  o preço é convidativo.

Fundada em Trieste, na Itália, em 1933, a torrefadora illycaffè produz e comercializa um blend de café espresso 100% arábica, sob uma única marca, líder em qualidade.

Para se ter uma ideia da força da marca, quase 7 milhões de xícaras de café illy são consumidas diariamente em todo o mundo. Os produtos illy são comercializados em mais de 140 países e estão disponíveis em mais de 100 mil restaurantes e cafeterias.

Máquina de café espresso Illy X7.1 Branca, 110V, para capsulas iperespresso, R$ 1.320 no Ponto Frio, aqui
Máquina Illy X7.1 branca, para capsulas iperespresso, R$ 1.320 no Ponto Frio, aqui
A empresa mantém relacionamento direto e duradouro com os melhores cafeicultores do mundo, inclusive no Brasil, com a colaboração do Clube illy do Café, fornecendo-lhes conhecimentos e tecnologia, além de preços acima do mercado para quem atinge seus padrões de qualidade, em parcerias sustentadas pelos princípios do desenvolvimento sustentável.

Illycaffè:

Rua Bela Cintra, 1.870, Jardins, São Paulo, SP.

 

 

» Cozinha Brilhante não se responsabiliza por
alterações de preços e ausência de produtos nas
lojas e sites, assim como por links inexistentes
ou inválidos. Preços pesquisados em 10 de
outubro de 2016 não incluem frete.

RESENHA – Uma pitada de amor, livro de Katie Fforde

Tá aqui uma resenha de livro que fala de… comida!

Sempre bom ler sobre ingredientes e pratos, inda mais se vem com história. E de amor.