COMER COM OS OLHOS – Os canapés da linda mulher

por Ronaldo Victoria

Poucos filmes marcaram tanto uma década quanto “Uma Linda Mulher”.

É a cara dos anos 90, com sua história que já foi definida como uma versão moderna da Cinderela. Na época do lançamento, alguns críticos torceram o nariz, mas de nada adiantou. Com o tempo tornou-se um dos maiores clássicos da comédia romântica.

Os fãs crescem a cada geração e Julia Roberts, então uma atriz praticamente iniciante, virou uma estrela e foi indicada ao Oscar. Ela interpreta Vivian, uma jovem prostituta que faz pontos nas ruas de Hollywood.

Uma noite ela conhece o charmoso executivo Edward (Richard Gere), que a convida para ser seu par durante uma temporada de negócios.

Aí que entra um mundo novo para a moça, incluindo a alta gastronomia. O tema entra em “Uma Linda Mulher” de forma episódica mas marcante, como na cena em que Vivian se atrapalha toda com a pinça para comer escargot (claro que ela nem sabia de que se tratava).

Logo no começo, para mostrar o círculo elegante de Edward, aparece uma festa em que são servidos canapés especiais, que são o tema da receita que trago abaixo.

Canapés em foto do site Tastemade Brasil
Canapés em foto do site Tastemade Brasil

Uma Linda Mulher

Julia Roberts faz uma prostituta no filme

Título original: Pretty Woman

Estados Unidos, 1990

Direção: Garry Marshall

Elenco: Richard Gere, Julia Roberts, Hector Elizondo, Laura San Giacomo, Ralph Bellamy

Duração: 119 minutos – Gênero: romance

  • Filme 🍳🍳🍳🍳
  • Pratos 🍳🍳🍳🍳
  • Dificuldade em fazer os pratos 🍳🍳🍳🍳

Receita de canapés:

A receita foi criada pela chef Isadora Becker, do site Tastemade Brasil. Usa biscoitos coquetel como base, mas que podem ser substituídos por torradas. O efeito será sempre de primeira.

Ingredientes:

  • O casal já apaixonado na comédia romântica que fez muito sucesso

    ½ dente de alho sem o broto

  • 200g de azeitonas pretas sem caroço
  • 2 colheres de sopa de alcaparras
  • 3 anchovas em conserva
  • Suco de limão a gosto
  • Azeite de oliva a gosto
  • Pimenta preta a gosto
  • 250g de ricota em creme
  • 1 pacote de biscoitos coquetel
  • Manjerona

-Uma Linda Mulher, DVD especial de 15 anos do filme, R$ 15,90 na Livraria Cultura, aqui
Modo de preparo:

  1. Pique e amasse o alho com a faca. Pique bem as azeitonas, as alcaparras e as anchovas.
  2. Leve a uma tigela junto com o alho. Tempere aos poucos com suco de limão de acordo com sua preferência.
  3. Regue com azeite de oliva até que fique na consistência indicada no vídeo. Espalhar meia colher de chá de ricota cremosa em cada biscoito e dispense uma colher de café bem cheia em cima. Decore com uma folha de manjerona.

➡ Ronaldo Victoria é jornalista, fundador e editor do blog Cinema É Vida, onde comenta produções desde os pioneiros do cinema, os Irmãos Lumière, até lançamentos recentes.

*A foto em destaque é do site Rotten Tomatoes.

COMER COM OS OLHOS – O suflê de queijo de ‘Sabrina’

por Ronaldo Victoria

Nunca houve mulher como Audrey. Até hoje, a atriz Audrey Hepburn é sinônimo de classe e elegância no cinema mundial. Suas imagens, geralmente com pretinhos básicos de Givenchy (seu estilista favorito, que criava roupas especialmente para ela), são ícones de estilo.

Audrey também tinha bom gosto para escolher filmes. “Sabrina”, dirigido pelo grande Billy Wilder em 1954, é um exemplo. O filme pode até ser considerado uma versão de “A Gata Borralheira”, mas o talento com que conta essa trama faz toda a diferença.

Sabrina (Audrey), a heroína, é a filha do motorista da família Larabee. Bonitinha mas desajeitada, é apaixonada por David (William Holden), o irmão playboy da família, e ignorada por Linus (Humphrey Bogart), o irmão certinho da família Larabee.

Cena do filme 'Sabrina" em restaurante
Cena do filme ‘Sabrina” em restaurante

Até que ela decide passar dois anos em Paris, onde vai estudar o que? Gastronomia, claro.

Fazer algo simples e de grande efeito como um suflê de queijo, é uma de suas grandes provas. Mas a moça tira tudo de letra. Volta tão linda e sofisticada que nem os irmãos a reconhecem. O final é feliz, claro.

Audrey Hepburn, a estrela do filme 'Sabrina' (1954)
Audrey Hepburn, a estrela do filme ‘Sabrina’ (1954)

“Sabrina”

Título original: Sabrina

EUA, 1954

Direção: Billy Wilder

Elenco: Audrey Hepburn, Humphrey Bogart, William Holden, John Williams, Martha Hyer

Duração: 113 minutos – Gênero: comédia romântica

  • Filme 🍳🍳🍳🍳🍳
  • Pratos 🍳🍳🍳🍳🍳
  • Dificuldade em fazer os pratos 🍳🍳
Suflê de queijo, foto da revista Cláudia
Suflê de queijo, foto da revista Cláudia

Receita de soufflé

Em bom francês, se diz “soufflé”. É uma receita leve como dá a entender seu nome. Simples de fazer, demora só meia horinha para ficar pronta. E, melhor ainda, cada porção só tem em média 285 calorias. Então, saúde e viva Audrey! A receita está no site da revista Cláudia.

Ingredientes:

Audrey Hepburn como Sabrina
Audrey Hepburn como Sabrina
  • 3 ovos (claras e gemas separadas)
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 400 g queijo cottage
  • 3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
  • 1 tablete de caldo de legumes
  • 1 pitada de fermento químico

Modo de preparo:

  1. Bata as claras em neve e reserve.
  2. Derreta a manteiga e acrescente a farinha diluída no leite.
  3. Mexa até engrossar.
  4. Desligue o fogo e adicione as gemas, uma a uma, mexendo após cada adição.
  5. Junte os queijos e o caldo de legumes.
  6. Misture bem e espere amornar.
  7. Incorpore delicadamente as claras em neve e o fermento.
  8. Despeje em uma forma untada e asse em forno alto (200 ºC a 220 ºC), preaquecido.

➡ Ronaldo Victoria é jornalista, fundador e editor do blog Cinema É Vida, onde comenta produções desde os pioneiros do cinema, os Irmãos Lumière, até lançamentos recentes.

COMER COM OS OLHOS – Na NET, ‘A 100 Passos de Um Sonho’

“A 100 Passos de Um Sonho”, filme abordado aqui na coluna COMER COM OS OLHOS, está com boa grade de horários e dias na NET agora em novembro e em dezembro.

Vale conferir e se programar (ou gravar), porque a história é boa e tem a oscarizada Helen Mirren no papel principal.

A resenha, o trailler e as considerações do jornalista Ronaldo Victoria sobre o filme: COMER COM OS OLHOS – Tradição, renovação e choque na cozinha

Telecine Touch 18/11/2016 17:45
Telecine Touch HD * 18/11/2016 17:45
Telecine Touch 27/11/2016 19:45
Telecine Touch HD * 27/11/2016 19:45
Telecine Touch 29/11/2016 15:55
Telecine Touch HD * 29/11/2016 15:55
Telecine Touch 04/12/2016 19:45
Telecine Touch HD * 04/12/2016 19:45
Telecine Touch 06/12/2016 15:55
Telecine Touch HD * 06/12/2016 15:55
Telecine Touch 11/12/2016 19:45
Telecine Touch HD * 11/12/2016 19:45
Telecine Touch 13/12/2016 15:55
Telecine Touch HD * 13/12/2016 15:55

COMER COM OS OLHOS – Receita para adoçar uma chef durona

por Ronaldo Victoria

Quase todas as críticas sobre “Sem” Reservas à época de seu lançamento (2007) destacaram que é muito agradável, mas previsível.

Pergunto: algum problema nisso?

Taça de vinho no centro da cena de "Sem Reservas"
Taça de vinho no centro da cena de “Sem Reservas” (site Rotten Tomatoes)

É uma história que se acompanha com muito interesse e isso não é  sempre que se tem.

COMER COM OS OLHOS – Um chef de muitos pitis à procura de redenção

A produção é uma adaptação para os Estados Unidos de um filme alemão de 2001, “Simplesmente Martha”. A profissão da personagem principal não é um detalhe, mas algo que define a história.

Catherine Zeta-Jones no papel de Martha
A beleza de Catherine Zeta-Jones se destaca na Martha que ela interpreta

No enredo original, Martha é uma chef de cozinha temperamental quase totalmente dedicada às suas panelas e receitas. Até que a irmã morre e ela precisa cuidar de uma sobrinha.

No filme, um chef gato interpretado por Aaron Eckhart
No filme, um chef gato interpretado por Aaron Eckhart

Ao mesmo tempo, encara a companhia de um italiano simpático que vai trabalhar no restaurante contra a vontade dela, claro.

Na versão para Hollywood, tudo ficou mais glamurizado.

A heroína, agora chamada Katie, ganhou o rosto e a beleza de Catherine Zeta-Jones. Ela é uma estressada chef de um restaurante elegante de Nova York e não tem tempo para mais nada.

Catherine e Abigail Breslin no "Sem Reservas"
Catherine e Abigail Breslin no “Sem Reservas”

A sobrinha agora é vivida pela gracinha Abigail Breslin, pouco antes de ser “Pequena Miss Sunshine”.

E o rival não é mais um italiano gordo e bonachão, mas sim Nicholas, que estudou gastronomia na Itália e é interpretado pelo bonitão Aaron Eckhart.

O casal romântico em um roteiro previsível. E daí? É bom
O casal romântico em um roteiro previsível. E daí? Prende a atenção

Claro que com o tempo os dois adoçam o coração da chef durona e a receita fica mais suave que a original, que tinha toques feministas.

Na direção, o australiano Scott Hicks, que dirigiu “Shine – Brilhante”, conduz tudo com mão segura.

E as receitas do filme são mesmo de dar ataques de gula.

“Sem Reservas”

Prato do filme "Sem Reservas"
Prato do filme “Sem Reservas”

Título original: “No Reservations”

Estados Unidos, 2007 – Colorido

Direção: Scott Hicks

Roteiro: Carol Fuchs

Elenco: Catherine Zeta-Jones, Aaron Eckhart, Abigail Breslin, Zoe Kravitz, Patricia Clarkson

Duração: 104 minutos – Gênero: romance

A receita de maior destaque de “Sem Reservas” é um Tiramisu, famosa sobremesa italiana, de dar água na boca dos espectadores. E, de quebra, adoça a vida protagonista.

Como receita escolhi uma versão de tiramisù que colhi no site M de Mulher):

Ingredientes:

  • 1 xícara (café) de rum
  • 2 xícaras (café) de café pronto
  • 1/3 de xícara de açúcar
  • 12 biscoitos do tipo champanhe quebrados ao meio
  • 3 ovos (claras e gemas separadas)
  • 200 g de mascarpone
  • 1 colher (sopa) de cacau em pó
  • 40 g de chocolate
Tiramussù, sobremesa italiana parte do enredo de "Sem Reservas" foto do blog M de Mulher
Tiramussù, sobremesa italiana parte do enredo de “Sem Reservas” foto do blog M de Mulher

Modo de fazer:

  1. Em uma panela pequena, aqueça o rum.
  2. Adicione o café e 1 colher (café) de açúcar, mexendo sempre.
  3. Banhe os biscoitos nessa mistura até ficarem bem encharcados. Reserve.
  4. Em uma tigela, misture as gemas com o restante do açúcar. Leve ao fogo em banho-maria, mexendo sempre, até dobrar de volume e obter um creme.
  5. Reserve. Bata as claras em neve e adicione ao creme.
  6. Acrescente o mascarpone e mexa delicadamente até obter uma espuma homogênea.
  7. Em taças, alterne camadas do creme e dos biscoitos molhados.
  8. Finalize cada uma com um pouco de cacau em pó e lascas de chocolate.

RECEITA – KitchenAid ensina a fazer tiramisù

➡ Ronaldo Victoria é jornalista, fundador e editor do blog Cinema É Vida, onde comenta produções desde os pioneiros do cinema, os Irmãos Lumière, até lançamentos recentes.

*Fotos do site de cinema Rotten Tomatoes,
da página do filme no Facebook e do
trailer do filme "Sem Reservas"

COMER COM OS OLHOS – A refeição vista como celebração

por Ronaldo Victoria

“Comer Rezar Amar”, livro de Elizabeth Gilbert, foi um enorme sucesso em todo o mundo. Era de se esperar que a versão cinematográfica fizesse o mesmo caminho, ainda mais com Julia Roberts no papel principal.

Não deu outra e o êxito se repetiu.

COMER COM OS OLHOS – Tradição, renovação e choque na cozinha

O enredo é autobiográfico e conta como Liz parece ter chegado ao fundo do poço quando rompe um casamento fracassado e, pior, o marido malandro fica com quase todas as suas economias.

Julia Roberts como Elizabeth Gilbert no filme que mostra refeições simples na Itália, parte da história autobiográfica contada no filme "Comer Rezar Amar"
Julia Roberts como Elizabeth Gilbert no filme que mostra refeições simples na Itália, parte da história autobiográfica contada no filme “Comer Rezar Amar”

Decidida a não ficar posando de vítima e a romper suas zonas de conforto, ela decide tirar um ano sabático. Vai viajar para conhecer culturas diferentes.

Quer experimentar os sabores da Itália, os saberes da Índia e as sensações da Indonésia.

Vamos ficar com o primeiro terço do roteiro, em que a escritora descobre a cozinha italiana. Esta é a parte mais movimentada do filme.

Liz, escritora que é personagem principal de "Comer Rezar Amar"
Liz, escritora que é personagem principal de “Comer Rezar Amar”

É onde também aparece como um roteiro turístico de Roma, com lugares como a Piazza Navona (em que Julia Roberts aparece saboreando um gelato, tradicional sorvete italiano), no Mausoleo di Augusto e no restaurante Santa Lucia, em que aparece almoçando ao lado de uma turma ruidosa.

COMER COM OS OLHOS – Valorização da amizade e amor femininos

Do que o texto fala neste momento italiano? De ver a refeição como uma celebração.

E para isso o cardápio não precisa ser inventivo. Basta um básico espaguete ao sugo ao lado de bons amigos para que tudo ganhe significado.

Um filme para se comer com os olhos
Um filme para se comer com os olhos

O filme depois mostra a personagem principal meditando num ashram indiano e conhecendo o amor em Bali com um brasileiro. Essa história real ganhou novos contornos recentemente quando Elizabeth Gilbert se separou do marido e assumiu a paixão pela melhor amiga, Rayya Elias.

  • Filme 🍳🍳🍳
  • Pratos 🍳🍳
  • Dificuldade em fazer os pratos 🍳🍳
Blu-ray de "Comer Rezar Amar, R$ 29,90 na Saraiva, aqui
Blu-ray de “Comer Rezar Amar, R$ 29,90 na Saraiva, aqui

“Comer, Rezar, Amar”

Título original: “Eat Pray Love”

Estados Unidos, 2010

Direção: Ryan Murphy – Roteiro: Elizabeth Gilbert

Elenco: Julia Roberts, Javier Bardem, James Franco, Richard Jenkins, Billy Crudup

Duração: 140 minutos – Gênero: romance

➡ Ronaldo Victoria é jornalista, fundador e editor do blog Cinema É Vida, onde comenta produções desde os pioneiros do cinema, os Irmãos Lumière, até lançamentos recentes.

*Fotos da página oficial do filme no Facebook. Preço de 13 de outubro
de 2016.

AMANHÃ CEDO – Filme dos anos 1990 em Comer Com os Olhos

Não perca! O jornalista Ronaldo Victoria, na coluna COMER COM OS OLHOS, trata de um dos filmes mais delicados dos anos 1990.

Amanhã cedo, aqui em Cozinha Brilhante.