RECEITA – Cascas de laranja cristalizadas, um charme

É possível ser criativo e usar os alimentos mais simples do mundo para fazer um receita simples e cheia de charme. Não jogue as cascas da laranja usadas no suco não! Porque, cristalizadas, elas ganham status de chique.

Casquinhas de laranja cristalizadas feita em casa ainda secando: chique, charmosas, bonitas e fáceis de fazer

Além de dar um visual lindo mesmo como acompanhante do cafezinho, também vale como cobertura para bolos, recheio de pães doces e outras delícias.

As cascas de laranja cristalizadas podem ser usadas em um delicioso stollen

Ou sozinhas, assim no pratinho, ou na sua cumbuquinha preferida, para se beliscar a toda hora.

Ah, esta receita vale mais porque vai ajudar a aproveitar mais os alimentos, sem desperdícios. Ou você pode buscar uma laranja importada, com cor uniforme, que também vale, claro.

E fazer é muito, muito fácil. Vamos lá a dois jeitos de fazer que ficam realmente muuuiiito gostosas (usei a laranja bahia, que tem cor e perfume espetaculares):

Receita de casquinha de laranja cristalizada

Cascas de laranja cristalizadas ainda secando: as de cima da faca usada para cortá-las ganharam um pouco de açúcar cristal depois de saírem da panela e as de baixo têm apenas o açúcar refinado que cristalizou após secar

Ingredientes:

  • 3 laranjas (usei a laranja bahia)
  • 9 colheres de sopa de açúcar (3 por laranja), que é o equivalente a uma xícara quase cheia

Como fazer:

1 – Lave as laranjas e corte em 4 pedaços e tire a casca.
Se preferir, faça os cortes na laranja com 2 ou 3 milímetros de profundidade para tirar a casca sem “machucar” os gomos. Deste forma, você pode usar o suco mais tarde. Fiz deste jeito porque irei usar o suco na segunda receita.

Corte as laranjas e retire a casca para poder cortá-la em tiras

2 – Corte a casca em tiras bem fininhas, se for usar para acompanhar o cafezinho. Se for para usar no recheio de pães ou outros doces, faça tiras de 3 a 4 mm. Não precisa seguir esta regra, a largura é da sua preferência.
Aproveitei que as laranjas estavam grandes e fiz cortes de várias espessuras.

Se quiser, pode tirar o excesso da parte branca com a faca

Algumas receitas na Internet dizem para tirar o excesso do branco com a faca pois afirmam que fica mais amarga. Outras não fazem esta menção.

Para tirar o amargor da casca: ferva as tirinhas e despreze a água. Repita o processo mais 2 vezes

3 – Coloque na panela, cubra com água até ferver. Jogue essa água fora e repita este processo por mais duas vezes. No total, serão três águas até ferver.

Ah, não é para cozinhar não, é apenas para tirar o amargor da casca.

Na última e terceira vez, escorra totalmente a água e enxugue o excesso com uma toalha de papel ou um pano de prato _limpo, lógico.

Coloque o açúcar na panela e as tirinhas secas do excesso de água

4 – Volte as casquinhas de laranja para a panela e coloque 3 colheres de açúcar por laranja, ou seja, 9 colheres. Como tinha duas na fruteira, usei 4 colheres (e mais um tico, uma das laranjas era grande).

Mexa sem parar até que o açúcar forme bolhas brancas e retire depois de um minutinho

Mexa sem parar até que o açúcar derreta e forme bolhas. “Cozinhe” mais ou menos 1 minuto e atenção: não é para caramelizar as casquinhas. Então, olho na panela.

Depois de deixar ferver cerca de 1 minuto, passe as cascas em tiras para uma forma e continue a mexer com uma colher até que o açúcar comece a cristalizar; as tiras vão se soltar umas das outras

5 -Transfira as casquinhas ainda fervendo para uma forma e continue mexendo. As casquinhas irão começar se soltar uma das outras e o açúcar vai cristalizar.

6 – Coloque num prato ou grelha e deixe secar à temperatura ambiente. Ah, não coloca no sol, beleza? Se preferir, você pode colocar um pouco de açúcar cristal quando elas estiveram quase para secar. Vai ficar com uma “carinha” mais cristalizada ainda.

Retire a casca da laranja e reserve os gomos _vai usar o suco no preparo das cascas cristalizadas

Receita de casquinha de laranja cristalizada com suco de laranja

Ingredientes:

  • 3 laranjas
  • 1 xícara de açúcar
  • 1 xícara de suco de laranja (use as frutas que descascou)

Repita os passos até o item 3 da receita acima (para tirar o amargor da casca).

4 –  Coloque na panela o suco da laranja espremida (sem sementes, claro) e o açúcar. Mexa bem e quando ferver, acrescente as tirinhas da casca.

Coloque o suco da laranja com o açúcar e deixe cozinhar até que as cascas fiquem transparentes, ou quase

5 – Deixe cozinhando em fogo baixo até que as tirinhas fiquem quase transparentes. Se o caldo engrossar, acrescente uns pingos de água. Use uma tampa e mexa de vez em quando. Desta vez as cascas cozinharam com ajuda de uma tampa por 25 minutos. Mas pode levar mais tempo. Fique atento.

Tire toda a calda das cascas usando uma peneira

6 – Tire as cascas da panela e use uma peneira para escoar o pouco caldo que restou. Guarde este xarope, se quiser, pois poderá usar para adoçar chás ou fazer um refresco. Não vai ser muito não e ele estará mais espesso.

7 – Coloque as tiras sobre papel manteiga ou sobre uma grelha e deixe secar na temperatura ambiente. Pode acrescentar um pouquinho de açúcar cristal, se preferir, quando elas estiverem quase secas.

O suco da laranja vai acentuar ainda mais a cor e o sabor das cascas. Vai ficar uma delícia!

Cascas de laranja cristalizadas feitas com suco de laranja no lugar da água

As casquinhas demoram para secar de um a três dias, vai depender da umidade do ambiente e da temperatura. Fique de olho e experimente. Depois de secas, guarde as casquinhas de laranja cristalizadas em um vidro fechado.

Pronto, não vai durar muito na mesa nem no armário, pode ter certeza.

♥ Dica: Também é possível tirar o amargo da casca da laranja deixando-as de molho em água na geladeira por 3 dias. É preciso trocar a água de 2 a 3 vezes por dia.  Faça sua escolha.

Post originalmente publicado no blog parceiro vale mais, adaptado para Cozinha Brilhante.

Anúncios

RECEITA – Torta clássica de maçã da Irene

Sempre curto blogs bons e continuo na luta à procura de assuntos interessantes para reblogar ou trazer aqui para o Cozinha Brilhante.

Um dos posts que me seduziram nessas andanças é a receita de torta de maçã clássica do blog Casa de Irene. Não deu para resistir, as fotos estão simplesmente APETITOSAS e o passo a passo está sensacional. Vamos lá:

“A Torta de Maçã é um clássico delicioso, aqui em casa é a pedida do papai para a ceia de Natal. Essa gostosura é uma sobremesa delicada e que dá um super charme à mesa! Parece complicado, mas não é, vem conferir!

 

Sirva com sorvete
Sirva com sorvete

TORTA DE MAÇÃ CLÁSSICA

Rendimento: 1 torta 22 cm

Ingredientes

Para massa:

1 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
150 g de manteiga gelada
30 ml de água gelada
1 colher (sopa) de açúcar
1 pitada de sal
2 gemas
Açúcar cristal para decorar

O que vai no recheio _maças, claro
O que vai no recheio _maças, claro

Para recheio:

2 maçãs verdes
2 maçãs vermelhas
1/4 de xícara (chá) de passas
1/2 limão
1/2 colher (café) de canela em pó
1 pitada de cravo em pó
1 colher (café) de gengibre ralado
noz moscada ralada a gosto
1/4 de xícara (chá) de açúcar refinado

Preparo

Massa já no ponto de ser cortada
Massa já no ponto de ser cortada

Massa:

No processador misture todos os ingredientes secos. Coloque a manteiga e processe levemente até formar uma farofa. Coloque uma gema e processe novamente. Vá acrescentando a água aos poucos até formar uma massa uniforme e que não grude nas mãos. Não acrescente toda a água de uma vez, pode ser que não use tudo. Divida a massa em duas partes, embale em filme plástico e leve para descansar na geladeira por 1 hora.

Entre dois pedaços de papel manteiga, abra a massa com aproximadamente 4 mm de espessura.

Unte uma forma de fundo removível e forre com a massa. Reserve na geladeira.

Repita o processo de abrir a outra porção de massa com o papel manteiga. Com uma carretilha corte as tiras da massa e trance como uma cesta. Reserve também na geladeira.

Recheio:

Com um descaroçador retire o miolo das maçãs, parta em 4 partes e fatie-as. Eu gosto do coloridinho, mas se você preferir um recheio mais delicado descasque as maçãs.

Torta de maçã antes de ir para o forno
Torta de maçã antes de ir para o forno

Retire as raspas do limão e reserve.

Coloque o suco do limão em uma tigela com água e repouse as maçãs fatiadas nessa água para não escurecerem.

Misture o açúcar com as especiarias em pó e reserve.

Retire as maçãs da água de limão, enxágue e escorra bem. Misture as maçãs fatiadas, com as raspas de limão e o gengibre.

Coloque uma camada de fatias de maçã na sobre a massa na forma, polvilhe com um terço da mistura de açúcar e especiarias, salpique algumas passas. Repita o processo 3 vezes.

Delícia de torta de maçã
Delícia de torta de maçã

Cubra a última camada de maçãs com a maça trançada. Retire as rebarbas da forma. Pincele a trança com a gema restante e salpique açúcar cristal sobre a massa.

Asse me forno preaquecido 180°C até dourar.

Sirva morno com sorvete de creme.”

Obrigada, Irene, e seja benvinda!

Post publicado originalmente no blog Casa de Irene, republicado aqui em
Cozinha Brilhante com autorização da autora.

COMER COM OS OLHOS – O fabuloso crème brûlée de Amelie Poulain

por Ronaldo Victoria

Amélie Poulain, quem assistiu o filme francês de 2001 não se esquece, era uma adorável garota que, entre outras coisas, gostava de: ajudar as pessoas, descobrir novas histórias, máquina de fotos e crème brûlée.

A vontade de ser sempre solidária deve ter vindo da infância solitária, pois Amèlie (vivida na juventude por Audrey Tatou, que virou uma estrela depois do filme) cresceu solitária, já que o pai médico acreditava que ela teria problemas cardíacos. Amelie nem foi para a escola e a mãe professora se encarregou de sua educação.

Amélie Poulain em foto da página oficial do filme no Facebook
Amélie Poulain em foto da página oficial do filme no Facebook

Órfã e livre, a moça quer interagir, como descobrir quem era o inquilino anterior do apartamento que deixou uma caixa cheia de lembranças, Depois disso, Amélie quer ver as pessoas felizes. E vai trabalhar de garçonete num restaurante cheio de gente complicada.

Um dos prazeres favoritos da personagem, enfiar a mão em sacos de grãos
Um dos prazeres favoritos da personagem, enfiar a mão em sacos de grãos

COMER COM OS OLHOS – Tradição, renovação e choque na cozinha

Mas lá pode saborear fantásticos crème brûlée nos intervalos, que ninguém é de ferro. Nada mais francês que essa sobremesa, que pode ser traduzida por creme queimado.

A base é creme de leite, ovos, açúcar e baunilha. O açúcar deve ser queimado para formar uma crosta (veja receita abaixo).

COMER COM OS OLHOS – Valorização da amizade e amor femininos

  • Filme 🍳🍳🍳🍳
  • Pratos 🍳🍳🍳🍳
  • Dificuldade em fazer os pratos 🍳🍳🍳🍳
Cena do filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain
Cena do filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

“O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”

Título original: Le Fabuleux Destine d’Amélie Poulain

França, 2001

Direção: Jean-Pierre Jeunet

Roteiro: Jeunet e Guillaume Laurent

Elenco: Audrey Tautou, Mathieu Kassovitz, Clotile Maullet, Dominique Pinon, Jamel Debbouze

Duração: 122 minutos – Gênero: comédia

Crème brulée, delícia da gastronomia francesa, imperdível
Crème brûlée, delícia da gastronomia francesa, imperdível

Receita de crème brûlée

Com paciência e técnica, é possível apreciar um creme queimado de deixar Amélie lambendo os beiços. Cuidado com o maçarico para deixar a crosta queimada. A receita é o site da revista Claudia. E a informação é que cada porção tem 468 calorias.

A personagem se apaixona na história, vibrante
A personagem se apaixona na história, vibrante

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de creme de leite fresco
  • 1/2 xícara (chá) de leite desnatado
  • 4  gemas de ovo grande
  • 1/2 xícara (chá) de açúcar
  • 1/2 colher (sopa) de essência de baunilha
  • 6 colheres (sopa) de açúcar para caramelizar

Modo de preparo

Um dos prazeres da personagem é comer a famosa sobremesa francesa
Um dos prazeres da personagem é comer a famosa sobremesa francesa
  1. Em uma panela, leve ao fogo o creme de leite e o leite até quase ferver.
  2. Enquanto isso, bata as gemas e o açúcar usando um garfo.
  3. Junte um pouco do creme quente, misture bem e acrescente o creme restante.
  4. Leve ao banho-maria, mexendo até engrossar levemente.
  5. Retire do fogo e adicione a baunilha.
  6. Distribua o creme em seis tigelas pequenas, coloque-as em uma assadeira e leve ao forno preaquecido em temperatura média (170 ºC a 190 ºC), em banho-maria, até firmar as bordas.
  7. Retire, espere esfriar e gele por 6 horas.
  8. Antes de servir, polvilhe o açúcar e derreta-o com um maçarico (se não tiver o utensílio, aqueça as costas de uma colher de metal na chama do fogão e passe-a sobre o açúcar para que ele derreta).
  9. Sirva em seguida.

➡ Ronaldo Victoria é jornalista, fundador e editor do blog Cinema É Vida, onde comenta produções desde os pioneiros do cinema, os Irmãos Lumière, até lançamentos recentes.

*Fotos da página oficial do filme no Facebook. Preço de 13 de outubro
de 2016.