RECEITA – Calda de vinho sofistica flan de coco

Um simples flan de coco pode ganhar ares chiques com uma calda diferente. Com vinho, então, nota mil, porque até a combinação de cores fica clássica e aguça o paladar.

A receita é uma criação inspirada no livro de Evanilda Perissinotto Prospero, “Gastronomia: Saber e Cozer”.

E realmente é muito fácil de fazer. Vamos lá:

Vidro de leite de coco
Vidro de leite de coco

Ingredientes:

  • 1 pacote de gelatina neutra incolor
  • 1 xícara de água para dissolver  a gelatina
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite sem soro
  • 1 lata de leite
  • 1 colher de essência de baunilha
  • 1 vidro de leite de coco

Modo de fazer:

Coloque a gelatina na água e leve ao banho-maria para dissolver.

Bater todos os ingredientes no liquidificador.

Pacotinho de gelatina em pó incolor sem sabor
Pacotinho de gelatina em pó incolor sem sabor

Numa forma de flan ou de pudim, pincele óleo no fundo e nas laterais e coloque a mistura pronta.

Leve para a geladeira por no mínimo 5 horas ou de um dia para outro.

Calda:

  • 2 xícaras de vinho tinto suave ou vinho do Porto
  • 1 xícara de água
  • 1 xícara de açúcar
  • 2 colheres rasas de amido de milho (Maizena)

Numa panela média, coloque os ingredientes e mexa bem até engrossar (não muito).

Leve na geladeira para gelar.

Com cuidado, retire o flan da forma e despeje a calda sobre o doce.

Sirva após almoço ou jantar.

O branco do flan em contraste com o vinho fica bem elegante
O branco do flan em contraste com o vinho fica bem elegante

Post originalmente publicado no blog parceiro vale mais e adaptado para Cozinha Brilhante. Enviado pela seguidora do blog Helaine Carrer

Anúncios

NO TOPO – 4 vinhos brasileiros entre os 100 melhores do mundo

Reveillon vem aí. Para brindar a chegada de 2017 com uma bebida de primeira não é preciso recorrer a uma importadora especializada. Aqui mesmo no Brasil se produzem bons vinhos. Quatro deles estão listados entre os 100 melhores do mundo.

O mais incrível é que estas garrafas custam menos de R$ 50. Uau!

Que boa notícia! vale mais experimentar, se ainda não provou!

Essa lista dos melhores vinhos do mundo é publicada anualmente pela Associação Mundial de Escritores e Jornalistas de Vinhos e Espirituosos (WAWWJ).

Um brinde com amigos, uma boa ocasião para se tomar um espumante (foto de xxxxxxxxxxxx)
Um brinde com amigos, uma boa ocasião para se tomar um espumante (foto de foto de Al404, fevereiro de 2009)

A lista faz o ranking com base em pontos. O primeiro lugar ficou com o Taylors St Andrews Single Vineyard Release Shiraz Clare Valley 2012, vinho australiano que ganhou 362,20 pontos. Este vinho, só para a gente saber, acumula 12 prêmios.

Os nossos vencedores estão aqui abaixo. Confira também as características de cada um deles, com sugestões de como beber e em que situação é indicado.

Ah, a  produção e os bons vinhos brasileiros foram tema de recente programa do Globo Repórter.

garibaldi-espumante-chardonay-brut-da-vinicola-garibaldi-o-primeiro-brasileiro-em-uma-lista-de-100-ocupa-o-48-lugar-pelo-preco-de-r-aquiEspumante Garibaldi Chardonnay Brut 750 ml, 48º lugar: 

O Espumante Garibaldi Chardonnay Brut, apresenta coloração límpida e atraente com perlage formando borbulhas finas e numerosas, e coloração amarelo palha com reflexos dourados.

Aromas delicados e potentes, lembram pêssego, maça madura, com sutil e fino toque de pão tostado, aroma esse que evolui com o envelhecimento do espumante.

Estruturado e cremoso, com uma sensação de frescor devido a seu equilíbrio entre açúcar e acidez, deixando um final de boca amável e agradável.

Variedades: Chardonnay

Elaboração: Método Charmat Longo (2ª fermentação em tanques de Inox, com maior período de contato com as borras finas).

Dados Analíticos: Álcool – 12 % v/v; Acidez total – 6,75 g/L; Açúcar – 12 g/L

Temperatura de Serviço: Melhor apreciado entre 06 e 08°C

Combina com canapés, sopas cremosas, peixes crus ou cozidos, frutos do mar, queijos, frios e patês.

Aurora Moscatel combina com figos flambados com creme de baunilha (Wagner Meneguzzi)
Aurora Moscatel combina com figos flambados com creme de baunilha (Wagner Meneguzzi)

Aurora Espumante Chardonnay Brut, 52º lugar:

aurora-espumante-chardonnay-brutMarca: Aurora

Variedades: Chardonnay

Cor: branco

Característica: Brut

Corpo: Leve

Visual: Límpido, com uma coloração amarelo-palha, perlage fino e constante

Olfato: Aroma com predomínio de frutas cítricas e toques de frutas tropicais

Paladar: É equilibrado e de ótimo volume de boca. Muito refrescante.

Temperatura de consumo: 6ºC – 8ºC

Graduação alcoólica: 12% vol.

Harmonização: Antepastos com molhos untuosos, canapés, risotos de frutos do mar e peixes

Ocasião: Comemoração com um grupo de pessoas

Preço: R$ 32,10, aqui

Ponto Nero Espumante Natural Brut, 61º lugar:

ponto-nero-brutEspumante brut

Tanque: 2 meses

Análise sensorial: Visão: Coloração amarelo palha, translúcido, perlage fino e persistente.

Olfato: Aroma elegante com notas de frutas como maçã e pêssego. Nuances cítricos aportam um estilo leve e delicado ao seu perfil aromático.

Paladar: Excelente equilíbrio, destaca-se pela leveza e frescor em boca.

Consumo: 4º a 6º C

Graduação alcoólica: 11%

Harmonização do sommelier: Pescados, Canapés

Preço: R$ 44,96, aqui

No Instagram do espumate Nero, destaque para o momento para o espumante, brindar com os amigos
O Instagram do espumante Nero destaca um bom momento para esse tipo de bebida: brindar com os amigos

Aurora Espumante Moscatel branco, 86º lugar:

aurora-espumante-moscatel-brancoMarca: Aurora

Variedades: Moscato Bianco e Moscato Giallo

Cor: branco

Característica: Suave

Visual: Coloração amarelo-esverdeado

Olfato: Apresenta aromas adocicados, com notas florais e de mel

Paladar: O espumante Moscatel da Aurora é doce, delicado, apresentando grande equilíbrio entre doçura e acidez

Temperatura de consumo: 4ºC – 6ºC

Graduação alcoólica: 7,5% vol.

Harmonização: Sobremesas como fondue de chocolate, cheesecakes, tiramisù, torta de maçã. Também acompanha muito bem Risoto de Gorgonzola, Lasanha aos Quatro Queijos e queijo Roquefort ou Gorgonzola

Ocasião: Comemoração com um grupo de pessoas

Preço: R$ 32,10, aqui

Post originalmente publicado no blog parceiro vale mais e adaptado para Cozinha Brilhante.

 

 Cozinha Brilhante não se responsabiliza por alterações de preços; ausência de produtos em lojas físicas, comércio online, estoques e tampouco durante promoções; links rompidos ou inexistentes; informações enviadas com incorreções. Imagens dos sites das empresas citadas. Preços de 17 de novembro de 2016.

FESTAS DE FIM DE ANO – Adega Cuisinart para 12 garrafas por R$ 628,92

Guardar vinho no armário é coisa que pode “melar” uma boa garrafa da bebida. Melhor mesmo é ter uma adega climatizada _dessas pequenas que não ocupam espaço nem na cozinha, nem na sala de jantar.

Uma boa opção, e em oferta por R$ 628,92 (estava R$ 756, segundo o Buscapé em seu histórico de preços do produto), é o modelo Cuisinart JC-33CRFW  para 12 garrafas, 110 volts, na cor preta.

Marcus James Espumante Brut, na lista dos vinhos top 100 do ano passado da World Association of Writers and Journalists of Wines and Spirits
*

A adega vem com:

  • Sistema de resfriamento termoelétrico,sem compressor, sem vibração, e baixo nível de ruído;
  • Temperatura 12°C-18°C;
  • Estrutura projetada para o máximo aproveitamento do espaço interno;
  • Porta com vidro duplo.

A peça tem 61 centímetros de altura, 26 de largura (men0s que uma régua escolar padrão de 30 cm, para se ter uma ideia) e 51,5 de profundidade. Pesa somente 11,6 quilos.

**
**

Onde comprar:

Girafa, adega Cuisinart

Outras adegas no site Girafa, aqui

Vinhos: brasileiros que constam na lista top 100 do ano passado da World Association of Writers and Journalists of Wines and Spirits. Na foto do alto, Aurora Procedências Espumante Brut Chardonnay e Espumante Garibaldi Moscatel; *Marcus James Espumante Brut; **Espumante Garibaldi Prosecco Brut.

» Cozinha Brilhante não se responsabiliza por
alterações de preços e ausência de produtos nas
lojas e sites, assim como por links inexistentes
ou inválidos. Fotos das empresas citadas.Preços
pesquisados em 14 de novembro de 2016 não incluem
frete.

8 acessórios especiais e úteis para quem ama vinho

A ronda por por blogs continua. Hoje o assunto é para a gente curtir um acompanhamento.

Companhias para uma garrafa de vinho. Um post para ser degustado e celebrado. E as fotos estão bem explicadas!

Acessórios importantes para fechar a garrafa - foto do blog Eu Levo o Vinho
Acessórios importantes para fechar a garrafa – foto do blog Eu Levo Vinho

Saúde!

Portugal com Alma

Quando começamos a beber vinho, tudo o que precisamos é uma garrafa cheia deste líquido precioso, algo para abrí-la e um copo.  Ao longo do tempo é provável que nosso gosto pelo vinho fique mais sofisticado e com ele nossa necessidade de acessórios para desfrutá-lo. Alguns destes itens vão melhorar a experiência de beber vinho. Sim, ela pode realmente ficar melhor. Vamos por ordem de importância e utilidade.

1. Sacolinha apropriada para transportar vinho

Começando do princípio: tenha uma sacolinha específica para carregar suas garrafas de vinho. Você pode usar a sacolinha para levar vinho às festas com seus amigos ou ao nas compras de reabastecimento da adega. Pense bem, a maioria dos supermercados dá sacolas de papelão na compra de vinhos ou coloca umas redes de um material que obviamente representa um risco ao meio ambiente. Por favor, use sempre sua sacolinha, seja para 2, 4 ou 12 garrafas, que é super útil…

Ver o post original 897 mais palavras

Qual a temperatura de serviço para vinhos e espumantes

Na ronda entre bons blogs sobre bebidas, o Falando em Vinhos traz informações que vão subir sua temperatura.

Cheque seu termômetro!

A temperatura certa para cada tipo de vinho
A temperatura certa para cada tipo de vinho

Falando em Vinhos

Um aspecto fundamental no sucesso do serviço de vinhos e espumantes é a temperatura ideal para cada estilo de vinho, pois é um fator que atua diretamente na liberação de aromas e na percepção de sabores. E por muitas vezes, esse assunto não é dado o devido valor que merece.

A tradicional norma que os vinhos devem ser servidos a temperatura ambiente nem sempre é válida, especialmente em países de clima tropical, onde há a ocorrência de elevadas temperaturas e muitas vezes os vinhos não são armazenados em adegas ou salas climatizadas. Com isso, deve-se tomar cuidado às temperaturas de serviço dos vinhos e espumantes, procedendo-se ajustes necessários para servir os mesmos na temperatura mais adequada, ou então, o mais próximo possível da adequada.

Os vinhos brancos, em geral, são mais ácidos que os vinhos tintos. Considerando que uma bebida ácida torna-se mais agradável servida a temperaturas baixas, os vinhos…

Ver o post original 246 mais palavras